domingo, 3 de maio de 2009

posse

tu és minha!
tenho-te como no início dos tempos
e como gostaria de ter minha casa
meu carro meu telefone e tudo mais
sem escritura certificado de garantia
ou qualquer outro papel passado
tu és minha com a certeza da existência
meu usufruto meu direito implícito
como o direito que tenho
ao ar que respiro
e ao sol que me alimenta
sem a certeza da falta
ou que tua presença seja um luxo
assim como sei
que meu braço esquerdo me pertence
sem que eu o tenha adquirido
em uma loja de departamentos
tu és minha!
eu te tenho com a alegria
que tenho minha vida

8 comentários:

Ana disse...

Lindo Guru!

Obrigada por suas palavras!!
Beijos pra vocé...
Ana

Mirse disse...

Que imagem linda!

E linda a declaração de amor!

Parabéns, Guru!

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

PÔ, Guru, assim vc mata a gente de inveja...no bom sentido. Muito linda sua declaração de amor e o ritmo permeando os versos. Sempre música em seus poemas. Beijo.

Tatyane Diniz disse...

Ah qye belas imagens... sempre que venho até aqui eu percebo a sutileza de seus versos... não sei explicar mas você escreve do seu jeito particular. Acredito que é sua personalidade... sua marca de linguagem que me encanta e seduz...
Amo seu blog tanto que coloquei em meus preferidos...
beijos e sigamos... a palvra é tudo para os poetas!!!
Taty

Lou disse...

Cadência, imagem e versos em sintonia. Um encanto!

Cosmunicando disse...

que declaração rasgada, linda, esparramada!
bjos

Maria Maria disse...

Adorei o poema e a imagem. Lindos!!!!!!!!!
beijos e obrigada pela visita,

Maria maria

Aline Christal disse...

Meu Guru! Graças a Deus encontei um blog como o seu totalmente "life"

Li a maioria dos seus escritos e fico imaginando as musicas tocando na minha "sonata" anos 70...

Amei!
Namastê

 
Website Statistics Investing