terça-feira, 12 de maio de 2009

?

interrogação é gota
que volta
do pingo de água
na poça
no lago
no rio
no mar
pra ficar no papel
sem molhar
e dizer no desenho:
não subi desisti
até que tentei conflitei
mas o medo que veio
me fez estancar
bem no meio do pulo
saber dos apuros
me deu arrepios
então rodopio e retorno
de novo à represa
diluo e reponho
as forças no meio
quem sabe algum dia
com mais alegria e certeza
estico meu traço
e rumo pro alto?!

7 comentários:

Mirse disse...

LIndo!

A vida já é uma interrogação, mas nas mãos de um poeta, fica mais bonito.

"diluo e reponho
as forças no meio"

Total filosofia!

Amei!

Beijos

Mirse

Cosmunicando disse...

quem sabe esse traço um dia vira uma exclamação!

bjs

Adriana Godoy disse...

Menino Guru, interroga o quê? A vida? Tô gostando de suas brincadeiras poéticas com os pontos. Uf!? Beijo.

Lin disse...

Muito bom!
Gosto desses.
Bj

Anita Mendes disse...

das interrogações que surgem as respostas .
bem dito e feito, caro guru!

Beijos pra ti, Anita

tavares disse...

e viva as afirmações!
gostei bastante desses dois poemas.
abçs

Maria Maria disse...

Oi, Guru!!!!

Estou lhe convidando a ouvir o programa Chá das Seis, que acontece todas às segundas às 18h na rário cnagitos.com
Hoje, a dica do blog será do balaio das letras e outras do Guru.

Esse é um programa de poesia, música popular e dicas.É via internet e você poderá interagir conosco pela msn:radiocnagitos@hotmail.com

Participe, conversando conosco.

Um abraço,

Apresentadores;
Maria Maria ou Eme Gomes, Fátima e Ari Lima.

Até lá

 
Website Statistics Investing