sábado, 9 de maio de 2009

quezila



...entendo perfeitamente
suas razões...
o lado bom de viver
a coisa ao extremo
é o conhecimento
que advém
do extremo da coisa

6 comentários:

Mirse disse...

Boa noite, Guru!

Que fotografia!

Que filosofia!

"a coisa ao extremo é o conhecimento que advém do extremo da coisa"

Maravilhoso!

Parabéns, amigo e vizinho!

Beijos

Mirse

Ana disse...

Obrigada meu amigo Guru...Mas A verdade é que sinto falta da minha "garra", da minha energia, levei tantos anos a aperfeiçoar o controle que agora raras sao as vezes em que sinto aquele doce e empolgante correr de adrenalina, de energia espontanea, de força de vontade em mim, acho que gostava mais de mim quando nao era capaz de controlar-me tao bem.

Estou mal...

Cosmunicando disse...

nem sei o que comentar, tá absurdamente bom esse conjunto texto-foto... hoje caiu como uma luva, uma chuva, ou uma tijolada em mim =)
bjo

Adriana Godoy disse...

Guru, pô, arrancando os corações literalmente.(?) Ô, menino que pulsa!!!
Mais um que atormenta. Beijo.

Tatyane Diniz disse...

A imagem é perfeita...
o conceito de belo é antes de tudo racional aos olhos de quem lê!
Coração arrancado... é sinal de que nada vai bem... o amor é outra coisa... é ter um amor pulsando em dois e vivos!!! Adorei como
sempre. Continuemos!
Passa lá no meu tabém, te add em minha web!
beijosssss

Lin disse...

Isso!

 
Website Statistics Investing