segunda-feira, 3 de agosto de 2009

lamparina

à meia-noite meio-dia é sonho
ao meio-dia meia-noite é sonho
à meia luz
meia-noite e meio-dia se encontram...
e nasce o delírio
meio noite meio dia
meio escuro meio claro
meio sussurro meio grito
meio tijolo meio barro
meio louco meio são
ele rema contra o tempo
e a meio caminho
meio claro meio escuro
ele vislumbra o fim ou o começo
meio cansado dorme
sonha com o dia
acorda meia-noite
e lembra que a essa hora
meio-dia é sonho

5 comentários:

Mirse disse...

Bonito! um jogo de palavras bem planejadas.

Meio dia, Meia noite, Meio- louco, Meio-são.

Muito legal!

Parabéns,

Amei!


Bjs

Mirse

Adriana Godoy disse...

Seu ritmo me alucina. Essa dualidade é que faz a gente querer sempre o outro. Ai, Guru, jura que isso não é letra de música, se não for, por que não? Ia ficar duca!!! Beijo.

Anita Mendes disse...

essa confusão pela metade me completou. (rs)

"sonha com o dia
acorda meia-noite
e lembra que a essa hora
meio-dia é sonho"

e amar como se fosse meio...
só pra encontrar no dia o que se perdeu (em essência) da noite.

beijos enormes guru.
Anita.

Oculta disse...

Cheguei de mansinho e encontro
Meios de te ler
Meio isso meio aquilo
E sem entermeios
Misturando entrelinhas
Descubro-me e me descubro
E sem meio ou rodeio
Sem meio verdadeiro
Deixo palavras minhas
E tuas
Meios nossos...

Beijo
Vc é bom!!! rsrs

tavares disse...

poxa, muito legal!
lembrança, penumbra do dia?
bjs

 
Website Statistics Investing