domingo, 10 de agosto de 2008

REDUNDÂNCIA ÚMIDA

Pedro Alvarez - www.art.com

...”Querido amor”...
pleonasmo bem dito
exagero bem vindo
vestido esvoaçante
tromba de elefante
emoção de gigante
fortalece minha força
calor na savana
sentimento sacana
invade minha cama
rasga o pijama
e levanta meu pau
ensopa meu sonho
empapa minha alma
e papa meu corpo
...”Querido amor”...
desejado amor
fêmea pronta

se abre como flor
fervor comichão
ardor tremor
arrepio calafrio
dor do cio escarcéu
dorso esguio
comporta que abre
acolhe meu sabre
argola que me cabe
roga meu sêmen
goza com meu gozo
sabe tudo sobre
e não deixa que nada sobre

3 comentários:

Alice disse...

Do jeito que as coisas andam, receber elogio parece visita do Papai Noel. Obrigado po visitar o Cosmic Library.
E sim, todos escrevemos bem.

Um abraço.

Letícia

Marcia Barbieri disse...

Muito bom, sempre muito musical, sacana como o pretendido.

Beijos, estava a semana inteira pensando que fazia tempo que não entrava no seu blog.

Marcia

Ivan Pessoa* disse...

Guru, o sonetista só tem a agradecer. Sinta-se em casa, embora, na casa virtual de palavras quase tão sutis. O sonetista agradece e também recomenda o Balaio de letras, também já estás adicionado. Um abração.

 
Website Statistics Investing