quarta-feira, 3 de junho de 2009

tipo assim...

vivi a experiência do momento que antecede o fim
sem necessariamente estar no fim
aquele lapso de total inapetência emocional
sem vinculo com ninguém e com nada
onde tudo e todos perdem o significado
o ambiente, os íntimos permanecem próximos
são reconhecidos, mas já não movimentam
qualquer sentimento...
amor, ódio, raiva, compaixão, gratidão, ansiedade, culpa, perspectiva...
tudo que dá sentido à existência já não existe
total alheamento, mas sem ansiedade
todos os órgãos do sentido em perfeito funcionamento
as faculdades físicas e mentais completamente alertas
percebendo friamente o novo fato da plena falta
ali, vazio, mas não desumanizado, sem surpresa, sem sobressalto
nem o temor da certeza do fim
pronto pro salto...
já havia lido algo sobre esse estado que acomete pacientes terminais
que na penumbra do padecimento conseguem verbalizar sobre esse momento
mas entre o conhecimento intelectual e a experiência emocional
existe uma distância descomunal que, não sei como, consegui transpor...
isso mais do que nunca coloca minhas prioridades em perspectiva

4 comentários:

Mirse disse...

Uma experiência e tanto!

Acontece nos estados meditativos profundos, e naquele estágio pé-morte.

JÁ passei por isso e achei bom.

Mas no seu caso, é melhor, porque nos enriquece com esta bela prosa filosófico-alerta.

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

Guru, essas experiências ou vivências é que transformam de fato a vida. É uma reflexão e tanto e dá pra sentir e saborear mesmo que estranhamente. Gostei desse poema e muito. A gente consegue transpor e depois se torna mais forte, acho. Beijo.

Anita Mendes disse...

"mas entre o conhecimento intelectual e a experiência emocional
existe uma distância descomunal que, não sei como, consegui transpor.."


A eutanásia de sentimentos nos faz homens melhores, fortes e poderosos ;apenas desconectamos os fios que estam entre o alma e o corpo .
alguns, acham melhor viver dessa maneira,mas eu creio que a dor maior é não sentir dor.
Beijos pra ti,guru.
Anita.

Mirse disse...

Tipo assim....

Outra imagem no meu vizinho!

Na mesma postagem

Igual ao neonato!

Como se faz isso?

beijos

Mirse

 
Website Statistics Investing