sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

sentença

11 comentários:

Adriana Godoy disse...

"Quando tudo vira arte
Arte vira nada!"

Palavras de mestre!

Beijo

Ana Andreolli disse...

mto boa!! somos os artistas aqui.

Lin disse...

Muito bom!

Anônimo disse...

cada frase da sua postagem mereceria uma tese
mais profundo que a profundidade

Barbara

MIRZE disse...

FELIZ NATAL,


My phylosofer!

Beijos

Mirze

Sylvio de Alencar. disse...

Falou bem, falou com arte.
Vindo de vc, a fala tem peso. É consistente.
Um pouco dela na vida de todos nós, é o que nos desejo.

Abraços meu querido.

Beti Timm disse...

Meu ídolo vc disse tudo, qdo tudo é arte, a arte vira nada! A dita arte conceitual de hj, não chega aos nossos sentidos, não nos diz nada, salvo raras excessões.

Pra mim arte é visceral, entrega, orgasmos expressos, paixões avassaladoras, sentidos expostos.

Feliz Natal, meu ídolo preferido!

Beijos de fã, beijos ardorosos

dinha'' disse...

Bem, eu tenho temido mudar, Porque eu construí minha vida ao seu redor, Mas o tempo traz coragem; crianças envelhecem, Estou envelhecendo também.(sinopse do meu blog)
Acessa o meu blog?
"Crianças Envelhecem"

http://criancasenvelhecem.blogspot.com/

Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
Atenciosamente Dinha".

MIRZE disse...

GURU!

Feliz Ano Novo!!!!!

PAZ

LUZ

AMOR

E muita música e com ela o sucesso.

Beijos

Mirze

Sylvio de Alencar. disse...

guru

Reli seu texto, sua poesia, do primeiro post.
Na verdade, vim 'te' ler...
Meu, fod*! Puta poesia! Um texto com uma carga poética, abissalmente verdadeiro!
Vou guardar, é muito lindo.

A beleza que vi nesta segunda leitura, é o fato de haver sempre outro passo possível, que nos trará outras coisas possamos achar que não merecemos, que não podemos, mas que intuímos serem legais, mas que deixamos pra lá como você disse.

Seu texto é um toque na alma, no coração que gosta de cantar, na alma que quer viver e experimentar.
Seu canto vibra e faz vibrar, de dó a dó, toda a escala reverbera silenciosamente, alegrando meu espírito.

Seu canto, Guru, é o nosso canto; mesmo que não prestemos a devida atenção.
Por isso voltei, e acabei ganhando este presente no aqui e no meu agora.
Tenho que prestar mai atenção ao que vejo.

Um grande abraço.

Juliana Santana disse...

Nossa...que lindo...adorei seu post.Abraços!

 
Website Statistics Investing