quinta-feira, 25 de novembro de 2010

...realmente alemão é complexo
ainda mais quando falado nas favelas do rio de janeiro
onde de janeiro a janeiro asaftasardemdoemasemorróidasídem
o couro tá comendo na casa de noca
a cena mostra a luta pra sanar a sina
a capa é a copa e a culpa é de quem?
não importa o olimpo foi invadido evadido dos seus deuses decaidos
garotos violado violando acoitados no morro da garota
(a sensualidade das nossas montanhas
estuprada por um romantismo pavoroso)...
pois é balas vão balas vêm as olimpíadas também
e nós ficamos pra contar catar os destroços
chorar as perdas e correr atrás do preju
piadas sobre o fato virão
e são sintomas de superação da tragédia
isso é bom mas e a solução do problema? e depois?
São Sebastião do Rio de Janeiro Santíssimo
Todos os Santos
São João do Meriti São Pedro D'aldeia PIEDADE!!!!

a perda da juventude pari um desespero
comedido acomodado acometido da medida
que adota reticente a maturidade e seus cosméticos
que prometem o milagre da antiga aparência
de pureza de beleza e inocência...
espiritual a juventude
que de tão leve só se sabe pele
seus prazeres ansiedade e prosseguir
material é envelhecer que de tão denso
se sabe corpo descobre alma
pelas perdas danos dores confusão de cores
e o olhar distanciando
que num choro introjetado vai aprendendo a dar adeus...


{ negaçãoraivanegociaçãoaceitaçãodepressãoentrega }

12 comentários:

Lin disse...

Ual! Sempre a bela forma!

Mirze Souza disse...

Beleza!

...envelhecer a matéria. Rejuvenescer
o espírito.

Lindo, meu filósofo!

Beijos

Mirze

Mai disse...

É simples assim.

beijos

Anônimo disse...

Cada vez melhor, Guru!
A maneira como vc explora a sonoridade, sempre aliada ao sentido... essas frases sintéticas/ quebradas: pouco pra dizer muito. Fantástico!!!!

Zélia disse...

Mulher de coragem essa! Admiro mulheres assim.

Realmente, envelhecer é um dos maiores desafios que temos. Envelhecer sem medo, com coragem e auto estima. Quem topa o desafio? :D

Ei! Saudade de vir aqui. Andei correndo mais que o normal. Mas sabe que essa ausência também nos faz bem? Quando a gente volta e vê e lê coisas que enchem a alma, a gente fica leve, leve... ;)

Mirze Souza disse...

GURU!

Como você fala bem em alemão!!!!! Escreve melhor ainda.

Mas é isso aí, Se não melhorar, piora.

Beijos

Mirze

betina moraes disse...

amém!

você fala melhor ainda o carioquês!


beijo.

Mai disse...

Epa...mas o alemão é o alemão é o Ah lemão... é O ALEMÃO.

E você é o Guru, simples assim.

b disse...

Vou lembrar do azul - que é cor da eterna negação
e que faz penumbra.
A cidade e a mulher.

CAROLINA CAETANO disse...

E, Guru, tem tempo e tem tempo que eu te sigo.
Não dê bola pra comentário meu, eu sigo e sigo e sigo.
Continuidade saborosa que você dá.

Um forte abraço!

Zélia disse...

Assisti ao vídeo e ADOREI!!!

Linda a melodia e a letra, então? Uma combinação perfeita.

"Vem meu bem
que é muito rápido
vem beijar teu amor
que te quer
tão bem"

Linnnnnnnnnnnndo! Vou ouvir mais!
Parabéns!


PS: E não me deixaram "tão bem " naquela foto, não. Eu sou assim! kkkkkkkk Bjos!

Sylvio de Alencar. disse...

São Paulo, PIEDADE.

Estou perto do envelhecer, em suas portas, na verdade.
Posso desejar sua poesia assim, ou assada; posso 'concordar' ou não com seus sentimentos, mas nunca discordar, eles são verdadeiros: são seus que se fizeram meus.
Poesia boa, sincera, verdadeira(a sua então, é assim), faz de nós poetas também, de imediato! entra, passa pelo cérebro, e atinge o coração. Rápida! Cogumelo é droga? E poesia? Nenhum dos dois.

Abraços, Guru.

 
Website Statistics Investing