quinta-feira, 2 de outubro de 2008

DO VAGÃO

No trem da existência
Nossa humanidade se roçou
Gostei do rela-rela
Você me deixou naquela
Os ressaltos ao longo dos trilhos
Já não são entediantes
Tornaram-se interessante
Soam como estribilhos
Que colorem e trazem brilho
Ao compasso da viagem
Ir contigo na paisagem
Dá sentido à bagagem
Que sem ti seria peso
Que senti como desprezo
Que o preso sentiria
Nu na fria solitária
Caso o acaso não trouxesse
Teu calor como agasalho
 
Website Statistics Investing