domingo, 20 de julho de 2008

SEI LÁ...



Falo de não sei o que,
mas pode crer, é verdade
E pelo fato de ser sentido
muito embora ainda não traduzido
é um fato
Falo de não sei o que
e não sei se interessa muito
entender o que falo
Mas o fato é que
quanto mais coloco no papel,
em forma de palavras o que sinto

menos traduzo o que sinto
ou o que falo
e mais encho de palavras
os papéis sem sentido
tentando dar um sentido aos papéis,
pois me incomoda ver
uma folha de papel em branco
Falo de não sei o que
pra tudo poder dizer
e nada definir

2 comentários:

government loans disse...

Ive read this somewhere else.


government loans

Marcia Barbieri disse...

Folhas ao vento...também me sinto assim, não suporto ver uma folha em branco, mas ao mesmo tempo é tão difícil preenchê-la com eficiência, agora se interessa a alguém pouco me importa, interessa a mim, fala sobre mim e eu sou um pouco, um resquício de todo mundo...quem sabe um mata-borrão...
Beijos
Marcia

 
Website Statistics Investing