sábado, 30 de maio de 2009

neonato

deliro pra não enlouquecer
mas extrapolo
e enlouqueço pra delirar
é duro mas tem que ser assim
vagar no escuro com o próprio lúmen
com o medo e autonomia
de apenas um palmo além do nariz
e a culpa a incerteza o quase arrependimento?
obsessão a sensação de excomungado
prosseguir prosseguir...
é tudo por um triz
existir é muito rápido
o aparelho é muito falho
e eu sou filho do vampiro
que não quer que ele passe
que não quer que ele envelheça
que não quero perder nada
que não quero que pereça
que só quero que apareça
a aparência do antes no durante
serenamente como se nada estivesse
se passando...
delírio loucura
loucura delírio
EU SEI EU SEI !!!
essa é a diferença entre eu e um louco
BRUUUUUUUU.....

quinta-feira, 28 de maio de 2009

i feel so good

me sinto tão bem contigo
que parece que estou só
é como masturbação...
nosso amor é alforria do casamento
sem itbi iptu ipva luz água telefone
rugosidades do cotidiano...
mas estamos juntos sempre
pra nunca mais...
nunca mais é muito tempo
é tanto que nem sei dizer
horas que não descontam
fazem muito mais caber
histórias que sempre conto
memórias que faz voce permanecer como meu irmão
me visitar sem dar sermão
um dedo de prosa é o bastante
o jeito de olhar também faz
só não percebe quem não abre o coração
que o texto não vive sem a imaginação
...porque a vida precisa de atenção...

terça-feira, 26 de maio de 2009

...sobre vivência...

o fracasso está em mim
é congênito

eu que aprenda a rejeitá-lo
o sucesso está ali e continuará
imbatível
desafiando meu acesso
com suprema indiferença
acolhendo tantos outros
rejeitando outros tantos
se ainda não cheguei
não foi porque fracassei
simplesmente não deu
AINDA!!
sei o que significa sofrer pra realizar algo grande
mas não posso perder tempo com auto piedade

empreender a escalada é uma espécie de declaração de gurerra
deve ser planejada com as minúncias e a impiedade de uma batalha
e no final da peleja ele continuará láINVÍCTO
não houve vencido ou vencedor
só sobrevivente








sexta-feira, 22 de maio de 2009

o papagaio e o pato

...anos 5o, analógicos tempos, digital ainda morava no corpo e já era perfeita
a arte que o diga, ela sempre aponta um caminho e alarga outros...
pois é nessa que o recém-nascido Zé Carioca é apresentado pelos estúdios da Disney
ao ilustre Pato Donald e ao mundo no desenho "aquarela do brasil"
sob a trilha de mesmo nome e de autoria de Ary Barroso
o samba mais parece uma rumba, mas arromba uma barreira cultural
dizem que foi uma gracinha dos americanos para que o Brasil
entrasse como aliado na segunda guerra mundial
só que a arte está acima do bem e do mal, não faz julgamento moral
ausculta os corações dos monstros, encontra sua humanidade
e caminha (sublimi)narmente daí pro espaço-tempo...
pois bem, em retribuição, Zé traz o Pato pra visitar o Rio...
muito tempo se passou até a obra ser liberada no espaço
por questões de direitos autorais, mas foi...
bem, o desenho fala por si em oito minutos de eternidade e o Brasil agradece
divirtam-se...

video

quinta-feira, 21 de maio de 2009

louco














...uso meu sonho pra falar do mito sem pagar mico...

meto a mão no verso mesmo que saia manco depois me manco...

sei de tua sanha nela me inspiro e faço canção...
sonorizo teu delírio e gravo uma porção
por isso minha flor não deixe de sonhar pra me inspirar...




segunda-feira, 18 de maio de 2009

ma(ma)minha

sou a prova viva
e irrefutável
de que mulher
gosta de homens
com ossos fortes:
é que a primeira
mulher da minha vida
me alimentou
de leite

terça-feira, 12 de maio de 2009

?

interrogação é gota
que volta
do pingo de água
na poça
no lago
no rio
no mar
pra ficar no papel
sem molhar
e dizer no desenho:
não subi desisti
até que tentei conflitei
mas o medo que veio
me fez estancar
bem no meio do pulo
saber dos apuros
me deu arrepios
então rodopio e retorno
de novo à represa
diluo e reponho
as forças no meio
quem sabe algum dia
com mais alegria e certeza
estico meu traço
e rumo pro alto?!

!

exclamação é gota
que volta
do pingo de água

na poça
no lago
no rio
no mar
pra ficar no papel
sem molhar
e dizer no desenho:
quero subir
diluir vaporar
viajar nuviar
congelar
pra de novo cair
retornar entornar
gotejar
e de repente: ploft
olha eu aqui: !


sábado, 9 de maio de 2009

quezila



...entendo perfeitamente
suas razões...
o lado bom de viver
a coisa ao extremo
é o conhecimento
que advém
do extremo da coisa

domingo, 3 de maio de 2009

posse

tu és minha!
tenho-te como no início dos tempos
e como gostaria de ter minha casa
meu carro meu telefone e tudo mais
sem escritura certificado de garantia
ou qualquer outro papel passado
tu és minha com a certeza da existência
meu usufruto meu direito implícito
como o direito que tenho
ao ar que respiro
e ao sol que me alimenta
sem a certeza da falta
ou que tua presença seja um luxo
assim como sei
que meu braço esquerdo me pertence
sem que eu o tenha adquirido
em uma loja de departamentos
tu és minha!
eu te tenho com a alegria
que tenho minha vida

crônico







a beleza
é minha
droga
 
Website Statistics Investing